Blogger news

Seja bem-vindo. Hoje é

About

SEGUNDO BANNER

sexta-feira, 30 de maio de 2014

FESTA MAS QUE MERECIDA, A TORCIDA SEMPRE ESTEVE DO SEU LADO!

Naça comemora junto a sua torcida o 42º título do estadual

29/05/2014 20:49h | Escrito por Ennas Barreto

Torcedores nacionalinos serão homenageados durante a comemoração deste domingo

Torcida enlouquecida com o bandeirão do Nacional (Gama Naça/Divulgação)
Após a vitória épica sobre o Princesa do Solimões, que resultou com o 42º título do Campeonato Amazonense para o NacionalFC, a diretoria do clube abre as portas do Parque Aquático para os torcedores comemorarem.
Durante o evento, a ser realizado no domingo, 1º de junho, será oferecido chope, feijoada, ao ritmo de Música Popular Brasileira, com as taças do título em exposição. De acordo com o Presidente, Mário Cortez, a festa é uma maneira para agradecer os torcedores que nunca deixaram de acreditar no time. “A torcida merece todas as homenagens e agradecimentos, afinal, estiveram presentes em todos os momentos. Na vitória e na derrota. Desde a Arena da Amazônia aos estádios do interior do Estado,” afirma Cortez.
O presidente ressalta ainda, que os torcedores amazonenses, de uma maneira geral, estão convidados. “Sintam-se convidados todos os amantes do futebol amazonense, desde que nos respeitem. Está terminantemente proibida a entrada de pessoas trajando uniformes de outros clubes”, conclui.
Atualmente existem seis Torcidas Organizadas do NacionalFC, são elas: Águia de Aço, Apaixonaça, Naçamor, Leões da Amazônia, Narraça (Comando Feminino e Narraça Kids) e Naça Jovem.
A caçulinha das torcidas organizadas do Nacional, a Naça Jovem, com apenas três anos de criação, foi recentemente eleita ‘a torcida mais animada’ do campeonato amazonense de 2014, pela página de uma rede social denominada, Campeonato Amazonense Barezão. Para o integrante, Paulo Cesar, 26, isso mostra a força de uma família/torcida otimista e confiante no seu clube. “É assim que queremos ser vistos, como otimistas, cantando, pulando, vibrando, gritando junto com nosso time. Temos muito a aprender com as torcidas veteranas, mas nosso lema é: jogar junto com o Naça”, ressalta.
Quanto à comemoração do título no domingo, o jovem nacionalino, afirma que será uma oportunidade para apenas festejar. “Só queremos celebrar”.
O Título
De todos os títulos já conquistados, sem dúvida o 42º foi o mais heroico. Desacreditados por muitos e apoiados pelo essencial, os jogadores do Nacional Futebol Clube entraram em campo, no último sábado (24), com uma missão ‘quase’ impossível: reverter o placar do primeiro jogo da final, quando perderam para o Princesa por 2 a 0 e, fazer três ou mais gols de diferença, para levar a taça e  garantir vaga na Série D, Copa do Brasil e na Copa Verde, em 2015.
A partida, que deveria trazer apenas boas lembranças para o povo nacionalino, marcou pela violência dos jogadores do time adversário que resultou na agressão ao atacante do Nacional, Leonardo. Apesar de a confusão ter ocorrido minutos antes de finalizar a partida, os jogadores do Leão controlaram o emocional até o apito final.
No entanto, para chegar à grande conquista, o time fez uma longa caminhada repleta de contratempos. No primeiro turno, foi eliminado nas semifinais pelo Fast. No segundo, a troca de treinadores, Francisco Diá deu lugar a Sinomar Naves.
Ousadia foi a caraterística do novo treinador. pois a situação do clube não era tão boa no momento em que ele assumiu. Mas já na estreia, goleou o Sul América por 4 a 0, começava a trajetória que provaria a volta do maior campeão do Estado.
Segundo o Presidente, Mário Cortez, das 100 edições do Campeonato Amazonense de Futebol, realizadas até o momento, o Nacional venceu 42 vezes. “Somos os maiores campeões do Estado. Ganhamos 42% dos títulos, por isso, merecemos comemorar”, finaliza.

O quê: Festa em comemoração ao 42º título do Nacional
Quando: Domingo, 1º de maio de 2014
Onde: Sede do Nacional, Rua São Luiz, 230 – Adrianópolis
Está terminantemente proibida a entrada de pessoas trajando uniformes de outros clubes.

domingo, 25 de maio de 2014

NAÇIONAL CAMPEÃO AMAZONENSE DE 2014!

CONTRA TUDO E CONTRA TODOS! RESPEITEM O NACIONAL!!

Naça campeão na bola e na raça. Um jogão de bola, assim podemos dizer que foi a final do Barezão 2014. O título de campeão amazonense ficou em Manaus, deu Naça, que precisava ganhar por três gols de diferença e goleou o Princesa de Manacapuru por 5x1.

O Nacional começou com tudo e apostava nos cruzamentos na área do time do Solimões para chegar ao seu primeiro gol e foi assim que saiu o gol de Bruno Potiguar, que cruzou na área, ninguém tocou é a bola entrou direto, os jogadores do Princesa reclamaram muito uma possível falta no goleiro Milton, mas não adiantou. O Princesa não se abalou e empatou a partida com o zagueiro Lídio, em uma jogada rápida dentro da área azulina o jogador do Princesa recebeu livre e estufou as redes do time azulino. O primeiro tempo terminou com mais um gol do Nacional, Léo colocou o time da Vila Municipal novamente em vantagem.

As equipes voltaram para o segundo tempo como terminaram o primeiro, o Naça atacando e o Princesa se defendendo, assim saiu mais um gol do Nacional, Léo Paraíba fez 3x1 e deixou os torcedores do Princesa com o "coração nas mãos". A essa altura o Nacional era muito superior ao time de Manacapurú e não demorou para sair o quarto gol, o gol do título, marcado por João Douglas, que havia entrado no lugar de Léo Paraíba. Depois disso, tudo virou desespero do lado do Princesa, que teve pelo menos duas chances claras de gol mas não conseguiu balançar as redes do time azulino. No ultimo lance da partida o goleiro Milton foi à área tentar o gol que daria o título ao Princesa, não conseguiu e no contra ataque João Douglas tocou para as redes sem goleiro, final, 5x1 Nacional campeão, é o 42º título do Naça!
A nota triste foi uma confusão generalizada envolvendo os jogadores que acabou com o atacante Leonardo hospitalizado com suspeita de traumatismo craniano após ser atingido com um chute do jogador Nando do Princesa.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

TORCIDAS DO NACIONAL SE REÚNEM PARA APOIAR O MAIS QUERIDO!!


Integrantes das torcidas organizadas do Nacional se reúnem para apoiar o clube nos jogos das finais do Amazonense
17/05/2014 22:00h | Escrito por Alex Mendes
“Tua torcida estará sempre ao teu lado”, estrofe do hino do Nacional Futebol Clube
Integrantes das torcidas organizadas do Nacional se reúnem para apoiar o clube nos jogos das finais do Amazonense
Fonte: G1Amazonas
Assim como aconteceu no último domingo (11), quando torcida nacionalina entoava o grito de “O campeão voltou! O campeão!”, empurrando o time para a vitória, neste domingo (18), às 17h, no estádio Roberto Simonsen (Sesi), na Zona Leste de Manaus, não será diferente. O Nacional/Am, enfrenta o Princesa do Solimões, pela primeira partida da final do Campeonato Amazonense Chevrolet 2014. O Tubarão venceu o primeiro turno e o Leão, o segundo, o que torna a partida ainda mais disputada. Com objetivo de apoiar o time do coração e ser o “décimo segundo jogador”, mesmo na arquibancada, as torcidas organizadas do Leão se reúnem para empurrar o clube para a vitória.
Segundo o presidente da Associação das Torcidas Organizadas do NacionalFC (ATON), Maurício Gama, atualmente, existem seis torcidas organizadas, a Narraça, Apaixonaça, Naçamor, Naça Jovem, Águia de aço e Leões da Amazônia. Quanto à partida de domingo, ele diz que serão dois jogos difíceis, já que grande parte do elenco do adversário é ex Naça, mas ele garante, “vamos vencer e, para isso, jogaremos juntos com nossos atletas. Vamos complicar o adversário”.
A torcida nacionalina é um diferencial nos jogos, afirma o atacante Leonardo. “O carinho dos torcedores é fundamental. Nos incentiva, nos dá força”.
De acordo com o dicionário português torcer significa demonstrar o entusiasmo, gesticulando e gritando, o desejo de que vença o clube ou equipe de sua simpatia. No caso dos nacionalinos, não é simpatia é amor, sentimento que ultrapassa qualquer barreira, qualquer preconceito.
O presidente da Torcida Narraça, Wilson Machado, afirma que o amor e respeito são a base para quem pretende fazer parte de uma torcida organizada do Leão da Vila Municipal. “Temos o Comando Feminino e o Narraça Kids, extensões da Narraça que se tornaram a sensação nos jogos. A ideia foi incentivar a participação infantil com objetivo de levar também os pais aos estádios para acompanhar os pequenos e deu certo. Foi assim também com o Comando feminino. A participação da mulher na sociedade é essencial e num estádio de futebol não é diferente. Elas cantam, gritam, vibram, xingam”, completa o presidente.
Para Francy Costa, integrante do Comando Feminino da Narraça, ir ao estádio é uma oportunidade de mostrar a igualdade entre os gêneros. “Somos vencedoras, somos exemplo, pois levamos nossos filhos para conhecer esse encanto que é o futebol do Nacional. Estar no estádio é empolgante, eu grito, fico rouca e brigo se for possível e acredito que os amazonenses reconhecem isso, eles acordaram para o futebol. Quanto a preconceito, ela diz que procura responder às críticas, através do conhecimento quando se trata de futebol.
A união é uma das características das torcidas organizadas do Nacional e que a ATON mantém isso através de suas reuniões, onde todos os presentes têm voz, sejam homens, mulheres, idosos ou jovens.
O exemplo disso é Paulo Cesar, presidente da “caçulinha” Naça Jovem, criada em 23 de março de 2011. O comandante dos jovens nacionalinos que tem o escudo do clube como segunda pele, comenta sobre a responsabilidade de cada integrante durante os jogos. “Todas as terças-feiras estamos aqui dividindo funções, quem vai cortar papel, vai distribuir fumaça, tocar os tambores, criar cantos. Tudo para mantermos o título de torcida mais barulhenta do Amazonas. Isso atrai torcedores. A cada dia cresce o número de jovens nos estádios e isso nos alegra muito”, afirma Cesar.
Se por um lado o vigor da Naça Jovem ajuda no barulho para incentivar os jogadores do Leão, Natan Castro, presidente da Apaixonaça, com toda sua experiência de 15 anos de torcida, ressalta que a familiaridade é um diferencial. “A torcida nasceu nas arquibancadas através de Jeferson Castro, mas até hoje horamos nossa principal ideologia: Nacional Futebol Clube". Mas quando a pauta é tradição nacionalina a Águia de Aço é lembrada, a torcida formada, em sua maioria, por torcedores da velha guarda azulina é exemplo para os demais.
Com quase duas décadas de história, a Leões da Amazônia, presidida por Carlos Cesar Alfaia, está em fase de crescimento, como ressalta o líder. “Humildade é um das qualidades do grupo. Fico muito feliz por fazer parte da família nacionalina. Só quem vive irá me entender. Eu dei a ideia de levar papeis. Passamos mais de quatro horas cortando, isso é amor pelo Naça. E Vamos decidir o campeonato, vamos fazer barulho e sair com a vitória para ser campeões de 2014”, garante Alfaia.
O clube sempre foi reconhecido por sua torcida e há quem afirme, como Márcio Rocha, integrante da Narraça, que só existem dois tipos de torcedores no Amazonas, os que torcem para o Naça e os que são contra.
A empolgação de torcedor e amor pelo Nacional é declarada Rocha. “Torcer para o Nacional é coisa única, quem não vai ao estádio pensa que é um absurdo, mas não. Se ficamos roucos é por causa da vibração da torcida que é muito diferente de quem está em frente a TV. União é o que a gente sente, temos objetivo maior voltar a elite do futebol brasileiro. E hoje estamos plantando, para que as novas gerações, como, por exemplo, meu filho que já me questiona quando vamos ao estádio, colherá e isso já me realiza. Tenho certeza que ele não será mais um manipulado pela mídia”, afirma o torcedor.
A Associação das Torcidas Organizadas do NacionalFC (ATON) reúne todas as terças-feiras, às 19 horas, na sede clube, com objetivo de ser um elo entre a diretoria do clube e os torcedores, definir atividades dos integrantes e garantir o contato dos apaixonados pelo time da Vila Municipal.
Por Ennas Barreto

segunda-feira, 12 de maio de 2014

NACIONAL CAMPEÃO DO 2º TURNO DA TAÇA CIDADE DE MANAUS!!

Jogadores do Nacional comemoraram com a torcida - foto: Alberto César Araújo
Jogadores do Nacional comemoraram com a torcida - foto: Alberto César Araújo

O Nacional conquistou o 19º título da Taça Cidade de Manaus, no segundo turno do Campeonato Amazonense, ao vencer ontem, no estádio Roberto Simonsen (Sesi), o Princesa do Solimões por 2 a 1. O resultado foi igual ao do primeiro jogo da decisão e os gols também foram marcados pelos mesmos jogadores. Felipe Capixaba e Éder para o Leão da Vila, e Nando pelo Tubarão do Norte.

Mesmo com a vantagem e jogando por um empate, o Nacional começou a partida com mais volume de jogo. As jogadas mais perigosas eram criadas pelo lado direito com o atacante Leonardo, que jogou aberto por aquela faixa do campo, e as escapadas do volante Bruno Potiguar. E assim nasceu o primeiro gol do confronto.

O meia Luciano laçou em profundidade para Leonardo que foi ao fundo e cruzou na entrada da área. O atacante Felipe Capixaba dominou e chutou com força, a bola ainda desviou em Luciano e foi morrer no fundo do gol de Raiscifran. Era o 1x0 do Leão aos 24 minutos.

A vantagem não acomodou o time da capital que continuou se lançando ao ataque. O Princesa, acuado, só conseguia levar perigo nos contra-ataques e em subidas do lateral esquerdo Alberto, mas esbarrava na boa atuação da dupla de zaga Índio e Rodrigão, do Nacional.

Pênalti
Dez minutos após abrir o placar, o Leão da Vila ampliou. O zagueiro Lídio, do Princesa, pôs a mão na bola dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Éder foi para a cobrança e chutou rasteiro no canto esquerdo do goleiro adversário, fazendo 2x0. O lance causou ira dos jogadores do Tubarão. “É uma vergonha para o futebol amazonense a qualidade dos árbitros”, esbravejou Marinelson.

domingo, 11 de maio de 2014

QUE VENHA O PRINCESA, ESTAMOS PREPARADO!!

NACIONAL PRONTO PRA FINAL

11/05/2014 08:40h | Escrito por Alex Mendes

O Leão venceu a primeira partida e joga apenas por um empate

Felipe Capixaba formará dupla de ataque com Léo Paraíba (Foto: Isabella Pina)
É decisão! O Nacional Futebol Clube vai a campo, no domingo (11), às 17h (Manaus),no estádio Roberto Simonsen, no Sesi, em busca de mais uma conquista, e tem pela frente o Princesa do Solimões, atual campeão estadual e vencedor do primeiro turno do Campeonato Amazonense. Para isso, o Leão tem trabalhado duro e aproveitou a semana livre para treinar o toque de bola e jogadas ensaiadas. 
O Naça joga por um empate, uma vez que venceu a primeira partida por 2x1. O técnico, Sinomar Naves, garante que o time está pronto para vencer o jogo e assim fazer mais duas partidas contra o Princesa na decisão do estadual. “Os jogadores estão treinando juntos, sem exceção, para que nada saia errado no dia. Nosso objetivo é surpreender o adversário e sair com a vitória”, afirma o treinador.
Não é possível afirmar se a escalação do primeiro jogo será mantida, já que o atacante Leonardo treinou entre os titulares e reservas ontem (09). De acordo com Sinomar, ele vai manter o time em segredo. “A escalação só mesmo antes do jogo, quanto ao Jairo, Leonardo e Fabiano também só vou definir antes da partida”. Para o zagueiro Índio, independente do time que vai a campo, todos estão preparados. Tenho consciência que é um jogo difícil, mas o grupo todo está focado e preparado para a vitória”.
Os ingressos serão vendidos na bilheteria do Sesi,  pelo preço de R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia).
Arbitragem
Árbitro: Edmar Campos da Encarnação
Assistentes: Marcos santos Vieira e Alexsandro Lira de Alexandre
4º Árbitro: Odson santos da Silva
SERVIÇO:
O que: Final da taça Cidade de Manaus (segundo turno)
Quando: 11/05/2014 às 17h
Onde: Estádio Roberto Simonsen, Clube do Trabalhador do Sesi, Alameda Cosme Ferreira,3295 - Coroado III
Confrontos entre Nacional FC e Princesa do Solimões
Nacional e Princesa do Solimões se enfrentaram pela primeira vez, em jogos oficiais, no dia 16 de setembro de 1989, pela segunda divisão do Campeonato Brasileiro, na ocasião o jogo terminou 0x0, desde lá foram mais 17 jogos, ao todo o Nacional tem 7 vitórias, 6 empates e o Princesa 5 vitórias, o Leão marcou 24, enquanto o Princesa balançou as redes 18 vezes. A maior vitória no confronto aconteceu no segundo turno do campeonato amazonense de 2012, 4x0 para o Nacional. O confronto é equilibrado, nos últimos sete jogos são 3 vitórias para cada lado e um empate.
Os dois times fizeram a final do último Campeonato Amazonense, com o Princesa campeão nos pênaltis. No primeiro jogo, no Sesi, Nacional-AM 1-3 Princesa, gols de Felipe (Pênalti) para o Nacional e de Morisco (contra), Toró e Delciney. No jogo de volta, em Manacapuru, Princesa 0-2 (7-6) Nacional-AM, Garanha e Leonardo marcaram para o Naça levando a partida para os pênaltis. 
Redação: Ennas Barreto e Leonardo Sena